Censo Socioeconômico Rural fortalece a Agricultura Familiar em Alagoinhas

Foto: SECOM

Identificar as especificidades na produção da agricultura familiar por região, a fim de direcionar políticas públicas para o seu fortalecimento é uma das missões do Censo Socioeconômico Rural. Promovido pela Prefeitura de Alagoinhas, por meio da Secretaria de Agricultura (SEMAG), o Censo começou pela comunidade de Cangula, na manhã de quinta-feira (13), e tem uma previsão de ser finalizado em até 90 dias.

Para Cristiane Maria de Souza, coordenadora de articulação e desenvolvimento da Agricultura Familiar, ouvir os agricultores para reconhecer suas demandas será uma das maiores contribuições do Censo.”Com esses questionários, iremos descobrir o forte da produção na comunidade de Cangula e nas demais.
Vamos coletar os dados concretos para que a gestão possa implementar políticas públicas voltadas para cada localidade, levando em consideração as características de cada região”.

Foto: SECOM

Maria Sônia Carvalho, que tem 58 anos de idade, disse que perdeu as contas de quando começou a trabalhar na roça. Ela acredita que o censo irá “dar mais força e vontade de continuar trabalhando na zona rural”. Ela garantiu que não trocaria a vida no campo por nenhum centro urbano.

Já Iranice dos Santos mora no Cangula há 17 anos, onde planta hortaliças, andu, batata, dentre outros. Segundo ela, a iniciativa é também “um meio da gente se comunicar, um ajudando o outro, trocando conhecimento”.

Foto: SECOM

O presidente da Associação do Cangula Orlando Pereira Filho destacou que conhecer a produção da comunidade é fundamental para garantir que os investimentos potencializem a produção. “Quando a gente vê pessoas que têm essa capacidade de entender o porquê de criar políticas públicas para o campo e colocar isso em prática nos dá esperança de que o futuro da humanidade está no campo”.

Cangula produz desde os cítricos, como laranja e limão; plantações sazonais como amendoim, milho, além de côco e mandioca. Também é muito forte na comunidade a produção dos derivados da mandioca, como pé-de-moleque e beiju.

Confira alguns momentos do primeiro dia do Censo Socioeconômico Rural:

Fotos: SECOM

Fonte: SECOM Alagoinhas

Next Post

SESAU recebe equipamentos para manutenção de serviços à população em Alagoinhas

Sex Jan 14 , 2022
Com o objetivo de qualificar a Rede de Atenção à Saúde Municipal e garantir melhores condições de oferta aos campos de prática para a integração ensino-serviço, a Secretaria Municipal de Saúde (SESAU) recebeu, na última quinta-feira (13), equipamentos de informática e materiais permanentes para serem distribuídos às diversas unidades de saúde. Isso foi viabilizado através do […]