Prorrogada até sexta-feira (12), a vacinação de idosos com 85 anos ou mais

Foto: Roberto Fonseca

A vacinação dos idosos com 85 anos ou mais foi prorrogada até sexta-feira, 12 de fevereiro. Com exceção dos acamados, cuja imunização tem ocorrido à domicílio (mediante agendamento pelo 75-99933 8966), todos que se enquadram nessa faixa etária devem se dirigir ao Estádio Municipal Antônio de Figueiredo Carneiro, das 8h às 16h.

Até o último balanço, realizado na noite de terça-feira (09), 3.747 pessoas já haviam sido vacinadas em Alagoinhas, dentre trabalhadores da saúde e de funerárias, idosos com 85 anos ou mais e residentes em lares e deficientes institucionalizados. Até as 8h da manhã desta quarta-feira (10), 590 doses da Coronavac ainda estavam disponíveis. É com este imunizante que a vacinação no Carneirão tem ocorrido, durante essa semana.

Foto: Roberto Fonseca

Depois de aberta, a vacina produzida pelo Instituto Butantan com o laboratório chinês Sinovac dura, em média, 8h. Cada frasco rende 10 aplicações e a recomendação é de que, dentro do intervalo entre uma dose e outra, não se tome outro tipo de vacina.

Foto: Roberto Fonseca

A vacinadora Liliane Cristina Nascimento, que trabalhou intensamente na linha de frente  da COVID-19, tanto na sentinela, quanto no centro de reabilitação, tomou a vacina contra o coronavírus no dia 19 de janeiro. Agora chegou a vez de seu pai, Geraldo de Godoy, que tem 86 anos de idade. “Nem sei como não peguei a COVID-19. Foi a mão de Deus mesmo! E agora fico mais tranqüila vacinando meu meu pai”.

Foto: Roberto Fonseca

Casados há mais de 60 anos, Severiano André dos santos (87 anos) e Maria Ferreira Bittencourt (86) também receberam a vacina nesta quarta. Fazendeiro por toda vida, S. Severino ainda corre atrás do gado e D. Maria não fica um dia sem fazer crochê.

Moradora do Ponto do Beijinho, Julia Adelina dos Santos tem 89 anos. Desde que começou a pandemia, ela deixou de receber abraços dos netos, por precaução. “Meus filhos, quando vão me visitar, não chegam nem perto do quarto dela”, disse sua filha Maria Júlia Filgueiras. Assim que receber a segunda dose, no dia 10 de março, as regras da casa irão mudar e D. Júlia poderá, novamente, trocar carinho com seus familiares.

foto: Roberto Fonseca

Nascido em 08/ 08/1935 e aposentado da Viação Férrea Federal Leste Brasileiro, Salvador da Silva Lima chegou sozinho ao Drive-Thur. Segundo ele, estava bastante ansioso pela imunização, pois só possui um dos pulmões e já teve câncer duas vezes. “Se a  Covid-19 me pega, não sei resistiria. Graças a Deus fui vacinado hoje!”

Foto: Roberto Fonseca

Foto: Roberto Fonseca

Foto: Roberto Fonseca

 

Fonte: SECOM

 

 

Next Post

Bolsonaro admite pela primeira vez possível volta do auxílio emergencial; "acho que vai ter prorrogação"

Qua Fev 10 , 2021
O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) admitiu pela primeira vez, nesta última segunda-feira (8/2), a possibilidade de voltar a pagar o auxílio emergencial, que beneficiou, no ano passado, trabalhadores informais afetados pela pandemia do coronavírus. A declaração foi dada durante entrevista ao apresentador José Luiz Datena, no programa Brasil Urgente, da TV Bandeirantes. “Eu acho que […]