Justiça proíbe Rui Costa de divulgar pesquisa sem registro

Veículos de comunicação precisam retirar as matérias do ar sob pena de multa de R$ 5 mil

Foto: Jonne Roriz / PT

O desembargador Vicente Oliva Buratto, do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) da Bahia, proibiu o governador do estado, Rui Costa (PT), de falar sobre dados de uma suposta pesquisa, realizada pelo grupo aliado à atual gestão, e não registrada na Justiça Eleitoral. A liminar saiu nesta terça-feira (19), e Rui terá que prestar esclarecimentos à Justiça por ter divulgado os números em entrevistas para veículos de comunicação.

Ao questionar o movimento na Justiça Eleitoral, o advogado do União Brasil na Bahia, Ademir Ismerim, enfatizou que todas as pesquisas precisam ser registradas “para que os partidos e o Ministério Público possam tomar conhecimento da metodologia e dos números reais” dos levantamentos.

Pela decisão do desembargador, todos os veículos que divulgaram os números revelados pelo atual governador da Bahia precisam retirar as matérias do ar. Uma multa diária de R$ 5 mil foi estabelecida para os canais que não cumprirem a decisão.

Fonte: Metro1

Next Post

Ilhados: passageiros ficam presos dentro de ônibus em alagamento

Qua Abr 20 , 2022
Situação aconteceu em Lauro de Freitas Doze pessoas ficaram presas dentro de um ônibus por mais de 7 horas após o nível da água subir em uma rua em Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador. Trabalhadores de uma empresa privada, eles voltavam para casa em um ônibus corporativo quando foram surpreendidos pelo alagamento. Segundo […]