Famílias da zona rural de Alagoinhas são beneficiadas com construção de banheiros e outras melhorias sanitárias

Foto: SECOM/ Alagoinhas

Em uma importante ação integrada, a Prefeitura, por meio das secretarias municipais de Infraestrutura e de Assistência Social, em convênio com a Fundação Nacional de Saúde (Funasa), está realizando melhorias sanitárias nas comunidades da zona rural de Alagoinhas.

Com investimentos de aproximadamente R$ 1,8 mi, o projeto tem como objetivo atender às necessidades básicas de saneamento das famílias em situação de vulnerabilidade social, por meio de instalações hidrossanitárias relacionadas ao uso da água, à higiene e ao destino adequado dos esgotos domiciliares.

Ao todo, 132 famílias residentes em Boa União, Buri, Portões, Cangula, Estevão serão beneficiados com banheiro revestido, chuveiro, pia, tanque de lavar roupas, reservatório e fossa séptica. “São melhorias sanitárias que vêm para resgatar dignidade a estas pessoas que não tinham locais adequados para tomar banho ou fazer suas necessidades fisiológicas. É uma ação de forte impacto, principalmente na prevenção de doenças, porque a partir destas melhorias também será dado destino adequado do esgoto”, destacou a secretária de Infraestrutura, Maria das Graças Reis.

Morador do Cangula há mais de 30 anos, João Pereira dos Santos disse que o novo banheiro é uma mudança para melhor, já que antes possuía um banheiro improvisado. “Estou gostando muito, é um trabalho muito importante porque eu trabalho como diarista, e sem a Prefeitura eu não teria condições de fazer um banheiro assim”, conta Pedro.

“Estamos muito felizes com essas melhorias, são necessidades básicas que a gente precisa cada vez mais acompanhar”, disse a secretária de Assistência Social, Ludmilla Fiscina, que na ultima sexta-feira também acompanhou o andamento das obras na comunidade do Cangula.

Fotos: SECOM/ Alagoinhas

Fonte: SECOM/Alagoinhas

Next Post

Presidente da Fundação Palmares tem afastamento pedido pelo Ministério Público do Trabalho

Seg Ago 30 , 2021
O Ministério Público do Trabalho pediu o afastamento de Sérgio Camargo da presidência da Fundação Palmares por denúncias de assédio moral, perseguição ideológica e discriminação contra funcionários da instituição. O pedido foi divulgado pelo Fantástico, da Globo, na noite deste domingo (29). Nos depoimentos divulgados pelo programa, funcionários do órgão dizem que Camargo associa pessoas de […]