Vida imitou a arte: ela não é Rita, mas ele perdoou a facada e ainda deu um beijão na porta da delegacia; entenda

foto: João Alencar/Diário do Sertão

Uma mulher, identificada como Iris Cristina Rodrigues, esfaqueou o próprio marido após um desentendimento causado por ciúmes nesta quarta-feira (11/8) no município de Pombal, no sertão da Paraíba. No entanto, a vítima, Reginaldo Pereira de Souza, se recusou a denunciar e ainda tascou um beijão na ‘amada’ na porta da delegacia.

A facada atingiu o peito de Reginaldo e foi motivado porque Iris viu o marido com outra mulher. Foi nesse momento que a suspeita pegou uma faca e desferiu o golpe no rapaz, que foi levado ao hospital.

De acordo com a imprensa local, após receber atendimento médico, a vítima foi encaminhada à unidade policial, mas se recusou a representar contra a companheira. Questionado sobre o ataque, Reginaldo afirmou que perdoa a companheira. “Por mim está perdoado demais. Se ela for presa, eu vou preso junto com ela”.

A história, claro, lembrou a canção do baiano Tierry. Na letra, o autor pede que Rita volte, que ele perdoa a facada. Nesse caso, a vida imitou a arte.

ASSISTA

Fonte: Aratu On

Next Post

Agenda unificada do Agosto Lilás realiza eleição do COMDEDIM e ações de geração de renda para mulheres vítimas de violência

Qui Ago 12 , 2021
Como parte das ações da agenda unificada da campanha Agosto Lilás, nesta quarta-feira (11), foram realizadas uma formação para o Conselho Municipal de Defesa dos Direitos das Mulheres (COMDEDIM), e a eleição para a nova diretoria do Conselho. A secretária de Assistência Social, Ludmilla Fiscina, realizou abertura das atividades, ressaltando a importância do Conselho de Mulheres […]