Boletim COVID-19: confira os dados divulgados nesta terça-feira (02), pela Secretaria Municipal de Saúde

Foto: Reprodução

O boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal da Saúde (SESAU), nesta terça-feira (02), aponta que 8774 pessoas tiveram a recuperação constatada, em Alagoinhas, após infecção pelo novo conoravírus. Os números mostram, ainda, que mais 14 mulheres, com idades que variam entre 18 e 75 anos, e 8 homens, na faixa etária de 27 a 65 anos, testaram positivo para COVID-19. Todos os novos identificados cumprem a quarentena em isolamento domiciliar, monitorados pelas equipes de saúde, assim como as pessoas com as quais tiveram contato.

Ainda de acordo com o novo boletim, no total, 15730 moradores testaram negativo para COVID-19 e 5411 casos foram excluídos por critério de investigação clínico-epidemiológica.

Com a atualização, o município contabiliza 409 casos ativos. Outros 253 moradores aguardam resultados do Laboratório Central de Saúde Pública (LACEN), e o município segue com 118 óbitos registrados pela Secretaria Municipal de Saúde, desde o início da pandemia.

Entre os casos confirmados, 24 pacientes permanecem internados: 9, no Hospital das Clínicas de Alagoinhas, 02 no Hospital Santa Clara, 1, no Hospital Agnus Dai, 02 no Hospital Espanhol, 1 no Hospital Sagrada Família, 2, na UPA e 7, no Hospital Regional Dantas Bião.

Em relação à UPA de Santa Terezinha, a Secretaria de Saúde informa que das 7h desta segunda-feira (01) até as 07h de hoje , a unidade realizou 79 atendimentos, e 25 coletas de amostra para exame RT- PCR.

Confira os dados atualizados nesta terça-feira (02):

Acompanhe também a distribuição dos casos de coronavírus em Alagoinhas, por localidade:

Fonte: Secretaria Municipal de Saúde – Vigilância Epidemiológica
Atualização: 02-03-2021

Next Post

Alagoinhas: Colégio Estadual Luiz Navarro de Brito realizará aulas remotas.

Qua Mar 3 , 2021
  O Colégio Estadual Luiz Navarro de Brito em Alagoinhas está organizando o retorno das suas atividades de forma remota. O distanciamento e o isolamento social impostos pelo combate à proliferação do novo Coronavírus e do COVID-19 fizeram com que mudássemos diversos aspectos da nossa rotina. Quando falamos da área da Educação, a principal mudança foi […]