Polícia Federal decide antecipar e ampliar segurança de Lula para as eleições

Na última quinta-feira (7), uma bomba caseira de fezes foi lançada no ato de pré-campanha do petista no Rio de Janeiro

Foto: Divulgação

A Polícia Federal decidiu antecipar e reforçar o aparato de segurança do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), após avaliar que os candidatos estão sujeitos a risco mais elevado nestas eleições do que em anteriores. A informação é do jornal Folha de S.Paulo.

Na última quinta-feira (7), uma bomba caseira de fezes foi lançada no ato de pré-campanha do petista no Rio de Janeiro, minutos antes de ele subir no palco para discursar.

A ideia da PF é iniciar a proteção de forma gradativa a partir do dia 21, quando o PT realiza a convenção para oficializar seu nome como candidato, e consolidar no final do mês. Em pleitos passados, o policiamento em tempo integral ocorria com o início oficial da campanha partidária —neste ano, seria no dia 16 de agosto.

Fonte: Metro1

Next Post

Vídeo: Guarda Municipal que era tesoureiro do PT é morto a tiros na própria festa de aniversário, em Foz do Iguaçu

Dom Jul 10 , 2022
Boletim de ocorrências cita que autor dos disparos era policial penal federal e chegou no local gritando “Aqui é Bolsonaro!”. Secretário de Segurança Pública fala em ‘intolerância política’. O guarda municipal e tesoureiro do PT Marcelo Aloizio de Arruda, de 50 anos, morreu na madrugada deste domingo (10) após ser baleado na própria festa de aniversário, […]