Aniversário de 169 anos de Alagoinhas é marcado por homenagens e valorização histórica

Foto: Roberto Fonseca

Dois momentos cruciais fazem parte da História de Alagoinhas. O primeiro é simbolizado pelo Marco Zero, na região de Alagoinhas Velha, que tem na Igreja Inacabada a sua referência. O segundo, foi selado na manhã deste sábado, durante o ato cívico em homenagem aos 169 anos de emancipação do município, com a apresentação do Marco Zero Ferroviário, pela pesquisadora e secretária de Cultura, Esporte e Turismo Iraci Gama.

A cerimônia pontuada por homenagens iniciou-se com o hasteamentos das bandeiras de Alagoinhas, da Bahia e do Brasil. Na praça da Brasilinha, no bairro 02 de Julho, a comunidade pôde apreciar, após a solenidade, uma Exposição Cultural e Artística com quadros do pintor Almiro Borges e da fotógrafa Totinha, ambos oriundos da região que se desenvolveu ao lado dos trilhos do trem.

Foto: Roberto Fonseca

Fizeram uso da palavra, o vereador Arão, representante do bairro; o presidente da Câmara de Vereadores José Cleto; o vice-prefeito e secretário de Serviços Públicos Roberto Torres; além do prefeito Joaquim Neto e da anfitriã, a secretária Iraci Gama.

“Como cidadão e presidente da Casa Legislativa não poderia deixar de chamar a atenção com relação à conquista que promove a implantação da Câmara de Vereadores em 02 de fevereiro de 1853, formada por 7 vereadores e um conselheiro”, disse José Cleto, reiterando o seu amor e compromisso com a cidade.

Foto: Roberto Fonseca

O vice-prefeito Roberto Torres ressaltou o trabalho intenso da gestão municipal para melhorar a qualidade de vida da população e disse que “Alagoinhas voltou a entrar no rumo, graças a Deus, com o empenho de toda a gestão. Estamos lançando diversos pacotes de obras e serviços para melhor atender a população dessa cidade promissora e boa de se viver”.

Foto: Roberto Fonseca

Frequentador do bairro Dois de Julho em sua adolescência, quando foi aluno do SENAI, onde ingressou aos 14 anos de idade e saiu aos 17, formando-se como ajustador mecânico, o prefeito Joaquim Neto lembrou da importância da ferrovia para Alagoinhas. “Nós realizamos mais um sonho em fazermos o aniversário de Alagoinhas aqui, onde nasceu o nosso desenvolvimento econômico. Nosso município desponta como uma das mais influentes cidades do interior da Bahia. Hoje é um dia de glória para Alagoinhas! Quem nasceu e quem não nasceu em Alagoinhas, mas que mora e vive aqui está de parabéns! Que cada ano ela cresca mais e sirva mais a seus filhos!”.

Foto: Roberto Fonseca

Durante a fala da secretária Iraci Gama era possível ouvir moradores do bairro admirados com o conhecimento histórico demonstrado pela professora. “A cidade tem esses dois momentos especiais, em 1853, com a igreja inacabada, e em 13 de fevereiro de 1863, quando o primeiro trem de passageiros saiu da capital do Estado para uma cidade do interior, exatamente para a nossa cidade. O trem parou próximo à prefeitura”.

A Secretária Iraci falou sobre a distinção entre os dois lados da linha do trem e reiterou que o Marco Zero Ferroviário irá acabar com qualquer preconceito. “Esse lado de cá, ‘o outro lado da linha’, sempre foi marginalizado e é isso que nós iremos acabar com a criação do Marco Zero Ferroviário”

Homenagem aos antigos moradores da área ferroviária

Ainda dentro das celebrações pelo aniversário de Alagoinhas, foi anunciada a identificação das famílias da região ferroviária, o que irá acontecer até 13 de fevereiro de 2023. O intuito é fazer uma justa homenagem, iniciada neste sábado, com a família Amorim (professora Aidê); família de Agripino de Jesus (que aprendeu a falar francês para explicar para falar de Alagoinhas e do Brasil aos representantes da empresa francesa de trem); família de Plácido Sacramento (seu Popó); família do pintor Almiro Borges (que levou o nome de Alagoinhas para o mundo); família de Totinha fotógrafa (que ensinou muita gente a fotografar); família de Firmino; família de Walter Ramos (formada por grandes músicos); família Ernani Barbosa; e família de Daniel dos Santos (Bié do Leite).

Foto: Roberto Fonseca

Manifesto do outro lado da linha

Também foi apresentado, pela Secretária de Cultura, Esporte e Turismo, o Manifesto do outro lado da linha, proposta conjunta de trabalho entre Governo e comunidade. O objetivo é conseguir assinaturas suficientes para cobrar das cervejarias “que alcançam seu sucesso extraindo água do nosso subsolo” apoio para as seguintes reivindicações, dentre outras:

– Restauração da Estação São Francisco (projeto pronto desde 2010)

– Implantação de um trem turístico

– Reforma da praça Castro Alves

– Requalificação do Campo da Mangueirinha

– Galeria para obras dos artistas

– Restauração do chalé (casa do agente da estação São Francisco, Mario Batista).

“Nenhum povo vai para lugar algum se não souber respeitar sua raiz e sua cultura”, finalizou a Secretária Iraci Gama.

Foto: Roberto Fonseca

Certificado de agradecimento às instituições que contribuíram para a segurança do São João de Alagoinhas 2022

Com o lema “festa 10 e violência 0”, a SECET também homenageou as instituições que contribuíram para a segurança do São João de Alagoinhas 2022, iniciado em 13 de junho e que chega ao fim neste sábado, 02 de julho, com a festa de São Pedro em Riacho da Guia, período no qual aconteceram mais 100 shows musicais.

Os homenagedos foram:

– 4° batalhão da Polícia Militar da Bahia

– Secretaria de Saúde (SESAU)

– Polícia Civil da Bahia, Delegacia Regional de Alagoinhas

– Guarda Civil Municipal

– Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT)

– Juizado da Infância e Juventude de Alagoinhas

– Conselho Tutelar

Fotos: Roberto Fonseca

Fonte: SECOM Alagoinhas

Next Post

Comemorando o aniversário de Alagoinhas, prefeito Joaquim Neto autoriza obras em diversas localidades

Sáb Jul 2 , 2022
O Município de Alagoinhas completou 169 anos de sua Emancipação Política neste sábado, dia 2 de julho e, mais uma vez, o Governo Joaquim Neto transforma obras em presentes para os moradores.  Investe na requalificação de áreas públicas, mobilidade urbana e revitalização de áreas de lazer. Foi que aconteceu na  na Praça da Brasilinha, Bairro 2 […]