Fundação do Pastor Isidório é alvo de denúncia da TV Globo por castigos a internos

Internos relataram que os considerados indisciplinados ficam em um espaço chamado “corredor”, e sofrem com redução drástica na alimentação

Foto: Divulgação

A Fundação Doutor Jesus, que é comandada pelo deputado federal baiano Pastor Sargento Isidório (Avante), foi alvo de denúncia no último domingo (19) do programa Fantástico, da TV Globo.

De acordo com a reportagem, a instituição tem humilhado os dependentes químicos e, também, reprimido à orientação sexual. Práticas condenadas por especialistas e pelo Ministério Público, inclusive com denúncias de violação aos direitos humanos.

Internos relataram que os considerados indisciplinados ficam em um espaço chamado “corredor”, e sofrem com redução drástica na alimentação. “Você não sai do corredor para nada. Só para ir no banheiro e beber água. (…) Tem a disciplina. Aí come arroz. Três dias de arroz, dependendo da sua gravidade do que a pessoa fez”, disse um interno, sem ser identificado.

A reportagem diz ainda que alguns internos passam o “dia todo lendo a Bíblia”, como forma de punição. O Fantástico mostra também Isidório ironizando a orientação sexual dos dependentes químicos.

“Cabelinho quer rapá. Vai procurar um jegue. Você nasceu foi macho, rapaz”, diz o deputado. Com um facão na mão, ele zomba da medicina: “Meu psiquiatra chegou. Seu psiquiatra chegou”.

Em uma publicação no Instagram, Isidório ironizou a reportagem. “Após a reportagem do Fantástico, veja que fantástico o carinho que os internos têm com o seu dito “torturador”, escreveu.

Fonte: Metro1

Next Post

Governo avalia projeto para privatizar Petrobras por meio de conversão de ações

Seg Jun 20 , 2022
Em meio ao anúncio de mais um reajuste nos preços de combustíveis pela Petrobras, integrantes do governo Jair Bolsonaro (PL) trabalham em uma minuta de projeto de lei para tentar avançar na discussão da privatização da companhia. A avaliação entre defensores da medida é que os aumentos anunciados pela empresa estão criando um ambiente político favorável […]