Defensoria realiza mutirão de adequação de nome e gênero a partir de 31 de janeiro

Inscrições serão realizadas de forma remota, a partir de contato inicial por meio de mensagens no WhatsApp

Foto: Divulgação/DPE-BA

Pessoas transexuais, que não se reconhecem com o próprio gênero e nome de batismo, vão poder recorrer à adequação em seus registros de identidade. A Defensoria Pública do Estado da Bahia (DPE-BA) vai realizar, entre os dias 31 de janeiro a 4 de fevereiro, o VI Mutirão de Adequação de Nome e Gênero. As inscrições serão realizadas de forma remota a partir de contato inicial por meio de mensagens no WhatsApp. O número de contato ainda será divulgado nas redes sociais da Defensoria.

A ação é iniciada ainda em janeiro, quando se comemora o Dia Nacional da Visibilidade Trans (29 de janeiro). Nesta edição, o mutirão conta também com a parceria do Ministério Público do Estado da Bahia.

A Defensoria afirma que segue avaliando se os procedimentos subsequentes, para os inscritos que estiverem aptos a participar do processo, serão realizados ainda virtualmente ou presencialmente. Podem se inscrever pessoas trans maiores de 18 anos, que residam no estado da Bahia, preferencialmente em cidades onde a Defensoria atua.

Fonte: Metro1

Next Post

Homem de 31 anos é morto a tiros na zona rural de Sátiro Dias

Seg Jan 24 , 2022
Polícia Militar foi chamada após relatos de disparos de arma de fogo com uma pessoa ferida. No local, a polícia encontrou a vítima no chão baleada. Um homem de 31 anos foi morto a tiros na madrugada deste domingo (23), na zona rural do município de Sátiro Dias. Ninguém foi preso. Fontes informaram ao Luciano Reis […]