Bíblia Manuscrita foi lançada oficialmente em todas as capitais do Brasil

Obra é de iniciativa da Unigrejas. Momento contou com a presença do Bispo Edir Macedo e do Pastor José Wellington Bezerra da Costa

Foto: Reprodução

Aconteceu na tarde desta terça-feira (7), o lançamento da Bíblia Manuscrita, em São Paulo e em todas as capitais do Brasil.

Diversas lideranças evangélicas se reuniram no Memorial das Doze Tribos de Israel, localizado no Jardim Bíblico do Templo de Salomão, a fim de iniciar a cópia do Livro Sagrado.

A obra será produzida de modo colaborativo por mais de 30 mil pessoas de todo o Brasil, cada uma transcrevendo um versículo.

Bispo Edir Macedo escreveu os dois primeiros versos do livro de Gênesis, seguido de sua esposa, Ester Bezerra, e do Pastor José Wellington Bezerra, presidente da convenção das Assembleias de Deus no Brasil.

O projeto é uma iniciativa da Unigrejas (União Nacional das Igrejas e Pastores Evangélicos).

Todo o trabalho será supervisionado pela Sociedade Bíblica do Brasil (SBB). Inclusive, Mário Rost (à esquerda), integrante da SBB, esteve presente no evento e reforçou que este é um momento histórico.

“Faz aflorar uma grande emoção por saber que a Bíblia chegou até nós através de cópias feitas à mão, há séculos.

Foi assim que a Palavra de Deus passou de geração em geração e repetir essa postura de copiar a Bíblia é algo, realmente, marcante. Será um exemplar especialíssimo, nos alegramos, apoiamos e acompanharemos o projeto”, disse.

Para o advogado da Unigrejas, Jean Regina (ao lado), além de a iniciativa ser uma celebração da fé, é política e democrática. “Afinal, a Bíblia e seus valores fundaram a civilização ocidental. Um evento como esse declara que nós vivemos num país livre para o exercício da fé. Ela também tem o poder de atrair as pessoas para um diálogo de respeito, para construir a sociedade de maneira fraterna e solidária. É uma bela forma de chamarmos a atenção da sociedade”, falou.

Guia para a vida

O Bispo Macedo usou a oportunidade para exaltar o valor e o poder presentes nas Sagradas Escrituras. “Eu era refém do inferno, perturbado, mas quando tive acesso à Palavra de Deus, ela me libertou. Foi glorioso, comecei a conhecer Deus, ela é uma riqueza incalculável”, contou.

O Pastor José Wellington Bezerra da Costa (foto ao lado), que há 59 anos prega o Evangelho, vê a oportunidade como marco para as próximas gerações.

“É uma satisfação poder participar desse momento tão solene para nós, pastores. Pois estamos escrevendo, com nossas próprias mãos, a Palavra de Deus. Outras gerações virão como o marco de alguém que teve prazer de servir ao Altíssimo e levar Sua Palavra para milhares de pessoas”, afirmou.

Da mesma forma, outras autoridades do meio evangélico também se sentiram privilegiadas por participar desta grande realização. Gilvan dos Santos Lima, também da Sociedade Bíblica do Brasil, registrou um versículo e ficou emocionado por colaborar. “Escrever a Bíblia é lembrar como isso aconteceu e o cuidado de Deus, para que hoje tivéssemos acesso a ela. Sem dúvida, é algo precioso”, reforçou.

País unido

O presidente da Unigrejas, Bispo Eduardo Bravo (foto ao lado, junto ao Bispo Macedo e ao Pastor José Wellington) explicou que mais de 30 mil pastores e líderes evangélicos de todo o Brasil participarão escrevendo pelo menos um versículo da Bíblia.

Assim, ainda acontecerão de 700 a mil eventos para transcrever os trechos bíblicos.

“A ideia de dar início a esse projeto foi uma inspiração Divina. A Bíblia fala de fé, amor, respeito, tolerância, perdão, justiça, tanta coisa boa. Como pode ser tão perseguida? Pensando em tudo isso, e sabendo da sua importância, lançamos a Bíblia manuscrita. Com toda certeza pessoas serão tocadas. Este é um evento histórico”, declarou.

O Bispo também acrescentou que a obra deve estar terminada em aproximadamente 5 meses. Logo após reunir todos os versículos (escritos em uma folha padronizada), posteriormente a Sociedade Bíblica do Brasil vai reuni-las e preparar o livro que ficará exposto no memorial do Templo.

Assista no vídeo abaixo a matéria exibida pelo Jornal da Record:

Fonte: Universal

Next Post

INSS ainda tem estoque com 1,8 milhão de pedidos de concessão de benefício

Qua Dez 8 , 2021
Os pedidos em estoque só compreendem aqueles na fase de reconhecimento inicial do benefício O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) continua com mais de 1,8 milhão de pedidos de concessão de benefícios em estoque desde o início do ano. São 1.838.459 pedidos aguardando resposta, segundo dados obtidos pelo Instituto Brasileiro de Previdência Social (IBDP). De […]