Brasil pode deixar de exportar US$500 milhões para os EUA por desmatamento

Projeto de lei americano busca barrar a importação de produtos que tenham envolvimento com o desmatamento ilegal. Além do Brasil, apenas a Indonésia é citada nominalmente no projeto

Foto: Arquivo Agência Brasil

O Congresso americano estuda criar uma lei que pretende barrar a importação pelos EUA de itens de países com altos indíces de desmatamento se o produtor rural e o importador americano não comprovarem que o produto – e toda a sua cadeia produtiva – mantiveram-se distantes de áreas ilegalmente desmatadas. Os produtos brasileiros que podem ser mais afetados são a carne e couros bovinos.

O texto do projeto, batizado de Forest Act 2021 ou Lei Florestal 2021, chega a citar o Brasil e a Indonésia como exemplos. “Em 2020, os EUA importaram carnes e couros bovinos processados avaliados em mais de US$ 500 milhões do Brasil. Ali, a pecuária é o maior impulsionador do desmatamento na Floresta Amazônica e outros biomas, e 95% de todo o desmatamento feriam a lei”, escrevem os autores do projeto.

Porém, os mesmos autores afirmam que a regra não tem como alvo países, e sim o combate ao aquecimento global e a devastação ambiental.

Fonte: Metro1

Next Post

Bolsonaro veta distribuição gratuita de absorventes para escolas públicas

Qui Out 7 , 2021
Mulheres em situação de rua também seriam beneficiadas; governo alegou falta de fonte de custeio O presidente Jair Bolsonaro vetou a distribuição gratuita de absorventes femininos para estudantes de baixa renda de escolas públicas e mulheres em situação de rua ou de vulnerabilidade extrema. Bolsonaro alegou, entre outras justicativas, que o projeto de lei não apresentava […]