Rui Costa se pronuncia sobre morte de PM no Farol da Barra; “final de semana foi de ataque ao governador”

Foto: divulgação/GovBa

O governador Rui Costa (PT) se pronunciou, nesta segunda-feira (29/3), sobre a ação envolvendo um policial militar em surto psicótico no Farol da Barra, em Salvador, que acabou sendo morto no domingo (28/3). O petista lamentou a morte do oficial e falou sobre os “ataques” que vem sofrendo.

“Quero lamentar profundamente o fato ocorrido neste domingo e ao mesmo tempo manifestar meus sentimentos à família do policial envolvido. Também quero estender minha solidariedade a todos os policiais que participaram da operação e colocaram suas vidas em risco”, iniciou o governador.

Depois, ele citou o ano de 2018, ano em que Bolsoanro foi eleito presidente da República. “O Brasil vive um ambiente de difusão do ódio, da mentira e da calunia desde 2018. A cada dia que passa a situação agrava ainda mais. O final de semana foi de ataque não só ao governador da Bahia como a varios governadores e prefeitos do país inteiro. Se alguém acha que vão nos intimidar com mentiras, calunia e intimidação, estão muito enganados”, declarou.

Por fim, Rui falou sobre a aquisição de vacinas. “Reafirmo meu compromisso com o enfrentamento da pandemia e com a saúde e a vida dos baianos e baianas. Continuaremos lutando dia após dia por mais vacina. Vacina para policiais militares e civis, para guardas municipais e para trabalhadores da educação. Vamos continuar trabalhando pela paz em nosso país, pelo desenvolvimento, pela harmonia e pelo respeito às leis e à constituição”, prometeu.

Fonte: Aratu On

Next Post

Vereadores de Feira de Santana decidem multar quem for flagrado sem máscara; valor será de R$ 300

Seg Mar 29 , 2021
A obrigatoriedade do uso de máscara ficou ainda mais rígida em Feira de Santana, a 110 km de Salvador. Na sessão desta segunda-feira (29/3), foi aprovada na Câmara Municipal, em segunda discussão, que o não cumprimento desta medida de proteção implicará no pagamento de uma multa de R$ 300. Além disso, caso o cidadão cometa o […]